ASTECA


CUT-ES reafirma luta em defesa de direitos nesse 1º de Maio


O dia Internacional do Trabalhador reafirmou as denúncias de ataques aos direitos

Escrito por: Edilson Lenk/ CUT ES • Publicado em: 02/05/2017 - 14:32

 

O 1º de Maio no Espírito Santo foi realizado em comum pela CUT/ES, CTB/ES, Fetaes e Famopes (Federação das Associações de Moradores e Movimentos Populares do ES). Este ano as atividades do Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora foram levadas para o Sambão do Povo, no bairro Mario Cypreste, na capital, Vitória. Isso marca uma mudança no ato, já que ele se realizava na praia de Camburi, zona nobre da capital, distante da periferia e dos bairros mais populares.

O dia começou com concentração na Praça 8 de setembro, no centro da cidade. Dali, cerca de 2 mil pessoas caminharam até o local do evento, em uma passeata cujos principais gritos de ordem eram o Fora Temer e Não à reforma da previdência e à reforma trabalhista.

Atividades políticas, culturais e recreativas compuseram o dia. Houve atrações e brinquedos para as crianças, além de apresentações culturais com o grupo Comitiva Forrozeira, Samba Show da Escola de Samba Novo Império (escola tradicional do carnaval capixaba e pertencente ao bairro onde aconteceu o evento) e Bloco Bleque. Durante o ato político lideranças políticas e populares reafirmaram os compromissos em lutar contra o golpe contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

A decisão de mudança de local mostrou-se acertada, pois aproximou mais o primeiro de maio da CUT da população trabalhadora. O presidente da Associação de Moradores do bairro fez questão de recepcionar os sindicalistas e se disse muito feliz com a decisão de se levar o primeiro de maio para um bairro popular. A sensação entre os organizadores não era diferente, com opiniões positivas quanto à mudança realizada.

Fonte: INFORMATIVO CUT BRASIL

Comentários